Eu não tenho hora pra voltar pra casa
Essa madrugada quero extravasar
Já que estou brigado com a minha patroa
Vou ficar de boa vou pagodear
Preciso urgentemente relaxar a mente
Só um bom pagode pra espairecer
Da o meu cavaco o caldeirão está quente
Ninguém me segura o couro vai comer

Vou cantar meu samba vou que vou
Vou até de manhã
Vou cantar meu samba
No batuque no som do tantã
Vou cantar meu samba
Quem quiser me acompanhar
Chega junto pro lado de cá

Vem comigo, vem sambar
Vou cantar meu samba
Pra gente do gueto
Para o branco e pro preto
Vou cantar meu samba
Sacode balança remexe o esqueleto
Vou cantar meu samba
Pra dar um desconto pro meu coração
Que ela está de marcação
Já virou perseguição

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct