Aquelas pessoas sem asas
que vagueiam pela mata
empesteiam a madrugada
querem me deixar preso no chão

Aquelas pessoas sem asas
que rastejam eternamente
ferem, brigam, riem, mentem,
tudo pra não me deixar voar


Marcha pra guerra uma masssa disforme de homens em mil batalhões
Se algum deles voa o põe na frente
dos canhões pra morrer

Marcha pro fogo cristão, pra fogueira
a mulher sem saber o porquê
É que ela viu longe
e isso não pode acontecer


Aquelas pessoas não conseguem ver
um palmo à frente do nariz
Comer e se odiar é o que precisam
pra serem felizes à valer

Aquelas pessoas sem asas
não são melhores que os animais
Sim, mas são piores
elas matam, destroem mais


Aquelas pessoas que sempre existiram
e que sempre perseguiram
todos que como eu queriam
alçar vôo pra poder fugir daqui.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct