Bem de longe, eu voei, desavistei
Meu coração latia sem igual
Sem motivo com certeza
Bicho solto, gente presa
Porque não me deixo em paz
Agora calma
É coisa que vem aos poucos
Nada de alvoroço
Está tudo tão normal
Pode não parecer
Mas o ciúme é quem diz
Quando acontecer
Eu paro e deixo passar
Eu só quero saber
De te ver sorrindo por ai
Foi de vez
Me levantei, me assustei
E balancei
Porque tanto faço mal
Estar contente ou simplesmente
Escancarar os dentes
Tanto faz
Se a gente se distrai
Agora calma
É coisa que vem aos poucos
Nada de alvoroço
Está tudo tão normal
Pode não parecer
Mas o ciúme é quem diz
Quando acontecer
Eu paro e deixo passar
Eu só quero saber
De te ver sorrindo por ai
Mais do que te fiz
Mais do que dizer
Que eu não sei sofrer
Pois até calado eu fico estranho
E vem aos poucos
E vem aos poucos
E vem aos poucos
E vem aos poucos
E vem aos poucos
E vem aos poucos
E vem aos poucos

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct