Photo of the artist Fernando e Sorocaba

Alô Som (part. Maiara e Maraísa)

Fernando e Sorocaba


Testando, 3, 2, 1
Alô, som

Contra choro não tem argumento
Se tem saudade, tem sentimento
Essa dor não é dor que se cura em casa
O meu estado, só chá de álcool

Já cheguei no lugar das cadeira amarela
Onde uma voz e violão é pago pra aumentar a dor
Cada moda que toca é uma garrafa aberta
Já tomei tanto que tomei o microfone do cantor

Alô, som
Aumenta a bebida e abaixa a saudade que eu sinto
Alô, som
Se eu desafinar é porque eu tô sofrendo ao vivo

Alô, som
Aumenta a bebida e abaixa a saudade que eu sinto
Alô, som
Se eu desafinar é porque eu tô sofrendo ao vivo

Quem canta, os males espanta de um coração doído

Contra choro não tem argumento
Se tem saudade, tem sentimento
Essa dor não é dor que se cura em casa
O meu estado, só chá de álcool

Já cheguei no lugar das cadeira amarela
Onde uma voz e violão é pago pra aumentar a dor
Cada moda que toca é uma garrafa aberta
Já tomei tanto que tomei o microfone do cantor

Alô, som
Aumenta a bebida e abaixa a saudade que eu sinto
Alô, som
Se eu desafinar é porque eu tô sofrendo ao vivo

Alô, som
Aumenta a bebida e abaixa a saudade que eu sinto
Alô, som
Se eu desafinar é porque eu tô sofrendo ao vivo

Alô, som
Aumenta a bebida e abaixa a saudade que eu sinto
Alô, som
Se eu desafinar é porque eu tô sofrendo ao vivo

Quem canta, os males espanta de um coração doído

Alô, som

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct