Photo of the artist Ferrugem

A Paz (part. Reinaldo)

Ferrugem


Quero a paz, mas sei que a paz
Não é tão fácil de se ter
Tem alguns que têm demais
E outros nada pra comer

Tem gente rica que pede, que sofre
Tem gente pobre ganhando da vida
Quem tem de tudo reclama de tudo
E quem não tem, se contenta com nada

Sou da paz e quem tem paz
Só pensa em dar sem receber
Estou tentando achar a paz
E grito: Paz, cadê você?

Será que a paz e a felicidade
Estão na gandaia, dinheiro e poder?
Qual é a missão, trajetória traçada
A essência divina do pleno poder?

A paz que ilumina, clareia o escuro que já se apagou
Tá na pele, no samba, no sangue do compositor
É o sorriso sincero de toda criança feliz

Sou da paz e quem tem paz
Só pensa em dar sem receber
Estou tentando achar a paz
E grito: Paz, cadê você?

Será que a paz e a felicidade
Estão na gandaia, dinheiro e poder?
Qual é a missão, trajetória traçada
A essência divina do pleno poder?

A paz que ilumina, clareia o escuro que já se apagou
Tá na pele, no samba, no sangue do compositor
É o sorriso sincero de toda criança feliz

A paz
A paz
A paz
A paz

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct