Poderoso sou em Deus
Nele forte sou
Vai na frente da batalha nosso condutor
Em sua frente uma coluna, clareando vai
Em sua destra há um fogo que consome o mal
Deus tremendo, poderoso, baluarte meu
Tira o homem do pecado e faz um servo seu
Lacra as portas do reinado e faz mudar as leis
Abre cova e fecha cova, pra provar que é Deus
Tira o trono dos soberbos pra afastar o eu
Põe no pó o exaltado, mas dá graça aos seus
Usa o homem mais humilde e faz dele um rei
Dá entendimento ao leigo e põe lá no poder

Ele usou uma jumenta pra profetizar
Fez nas águas tão profundas um ferro flutuar
Fez os ossos do profeta um morto levantar
Sobre o mar abriu caminho pra israel passar
A farinha da panela fez multiplicar
O azeite da botija não cessa de dar
Para o povo no deserto enviou maná
Fez verter água da rocha pra Ismael e agar

Fez fornalha aquecida os homens não queimar
Fez a fera tão faminta a presa rejeitar
Fez menino pequenino um filisteu tombar
Cinco pães e dois peixinhos multidão fartar
Deu a posse de governo ao jovem sonhador
Fez um rei vestir de saco em cinza se expor
Quando o monte fumegava ele estava ali
Fez a sarça incendiar e não se consumir
Poderoso sou em Deus

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct