Inicia sesión para activar tu suscripción y eliminar los anuncios

Iniciar sesión
visualizaciones de letras 28.241

Eu costumo sorrir demais
E fingir que eu posso tudo
Ninguém sabe o que eu sou capaz
Pra conquistar o mundo

Eu não posso perder meu tempo
Com alguém que eu não preciso
E se agente se amar um dia
Pensa bem, o que é que eu ganho com isso

Mas quando a noite chega
E eu não tenho mais pra quem fingir
Só eu sei o que isso dói
Eu te vejo sorrir demais
E esse olhar que pode tudo
E eu nem sei se acho graça ou não

Porque eu sei, eu sei que lá no fundo
Sempre que a noite chega
E você não tem pra quem fingir
Sempre que a noite chega
Você queria tanto
Alguém igual a mim

E a gente acaba a noite sempre assim
Bebendo orgulho e solidão
Chorando em frente à televisão
Mantendo silêncio
Pra ninguém ouvir
Pra ninguém ouvir

Esse mundo é cruel demais
Mais você é mais que o mundo
Seu dinheiro, poder e fama
Você acha que te protegem de tudo
Mas quando a noite chega
E ninguém tem mais pra quem fingir
Mas quando a noite chega
Você tem tanto medo
Você é tão igual a mim

E a gente acaba a noite sempre assim
Bebendo orgulho e solidão
Chorando em frente da televisão
Mantendo silêncio, oh

E a gente acaba a noite sempre assim
Bebendo orgulho e solidão
Chorando em frente da televisão
Mantendo silêncio, oh
Pra ninguém ouvir
Pra ninguém ouvir
Pra ninguém ouvir
Sofrendo em silêncio pra ninguém ouvir

Agregar a la playlist Tamaño Cifrado Imprimir Corregir Enviar la traducción
Compuesta por: Leoni / Liminha. ¿Los datos están equivocados? Avísanos.

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Heróis da Resistência e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500


Opções de seleção