Rastejam os vermes
Pelas entranhas do poder
Contaminando por dentro
Fazendo apodrecer
Dentro dessa carcaça
E vivem com a nobreza
Se alimentando da fome
Da pobreza e da incerteza

Eles falam como homens
Eles agem como homens
Até parecem homens
Podem te enganar
Mas se você prestar atenção
Se prestar atenção verá
Que são vermes
Vermes,vermes,vermes(Refrão)

Pilham e roubam
Enquanto fabricam leis
Só pra manter a esperança
De quem nunca teve vez
Vermes insaciavéis
Sempre sugam mais e mais
Depois desfilam impunes
Pelas colunas sociais

Refrão

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct