Cai a noite, a cada sombra surge a face do inimigo
Uma estrela prateada é um sinal de perigo
As chamas do inferno que propagam com o mal
Revelam em teus olhos a frieza de um chacal
Todas as almas que vagueiam em busca de salvação
Se deparam no caminho com o deus da perdição
Se perdem engolidas pela escuridão da noite
Eternamente torturadas pelo golpes do açoite
O mal não morre nunca só descansa em tornos
Na vingança e no odio a crueldade do algoz
Não te oponhas nunca ao mal a tua alma de sofrer
Quando a lua se ocultar do inferno eu voltarei
Babú, babú, babú, babú..

Voce entrega a sua vida a uma simples oração
E confia no divino para a tua salvação
E não sabe na verdade que o destino é todo teu
Confie em voce mesmo, não espere por um deus
Babú, babú, babú, babú..

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct