E desabou pior que um temporal
Se desmanchou nas bodas de cristal
Rompeu-se o cordão umbilical
Do sim fez-se o não, do mel fez-se o mal
Mas cá pra nós durou demais, até
Foi só paixão sem profissão de fé
Amor pra rasgar meu coração,
não deixo sangrar, eu deixo é de mão.
Até nunca mais!Não perca o avião...
Você aliás perdeu meu perdão
Me deixa em paz, não fale em vão
As ingratidões eu entrego pra deus
Vá com seus botões, que eu fico com os meus
Pt. saudações, adeus.
Pt. saudações, adeus.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Jorge Aragão / Paulinho Rezende. Isn't this right? Let us know.