Inicia sesión para activar tu suscripción y eliminar los anuncios

Iniciar sesión
visualizaciones de letras 72

Ladrão Batuta

Jorge Ben Jor

Tirava o terno, botava a baiana
E começava a rebolar
Ladarão, ladarão batuta
Batuta, batuta
Essa é a história de um ladarão
Que veio do frio passear aqui no Rio
Rio, Rio de Janeiro
Depois de ser bem tratado e paparicado
E até remunerado
Ora vejam só, esnobou Copacabana
Achando que aqui fosse a casa da mãe dele,
A casa da mãe Joana
Ele viu, ouviu, comeu e dormiu
Fez média segurou e sumiu
Que ladarão é esse, que ladarão é esse
Tempos depois em uma assanhada festa
O ladarão foi convidado a voltar à selva
Mas só aceitou com a condição
De que ninguém falasse, de que ninguém lembrasse
Que ele tinha aqui colocado a mão
Mas um detetive travestido de piranha
Muito atento aos passos do ladarão
Ficou de olho pra lá e pra cá
E disse que calada na noite
O ladarão gostava de se enfeitar
Tirava o terno, botava a baiana
E começava a rebolar

Agregar a la playlist Tamaño Cifrado Imprimir Corregir Enviar la traducción
Compuesta por: Jorge Ben Jor. ¿Los datos están equivocados? Avísanos.

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Jorge Ben Jor e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500


Opções de seleção