Xangô é de Baê

Joyce


Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Uma flor no jardim eu vou buscar
E jogar no mar pra Iemanjá
Vou pedir ao meu mestre Oxalá
Fazer meu caminho só brilhar

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Na dor dos três dias mar achou
Negócio na ilha de Marré
Sonhando acordado encontrou
A razão do rancor o que é que é

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

O amor é mistério e se desvenda
Por entre das ilhas de Marré
O encontro da vida desfez lenda
Xangô é de baê, de baê

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Xangô é de baê, de baê
Ogum é de baê, de baê
E Iansã é de baê, de baê
Oxum é de baê, de baê

Aquarius

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct