views 23

Eu vim de longe
triste solitário
as vezes de bem
eu vi rastejar
cobras e sombras
pelo céu eu vi
anjos e aviões
que cuspiam fogo
feito dragões
e tudo foi ao chão
a cidade em chamas
babilônia coração
viagem astral
mas você foi embora
e o que aconteceu
pra não darmos certo
direitos humanos
Crise mundial
e no peito bate lento
vontade força pensamento
gritos e gemidos
não me deixam dormir
e a cidade enche o saco
políticos e ratos
bailam no salão
curtem esse carnaval
e minha "carreira" chego ao fim
eu deixei a porta aberta
pra você ir embora
mas fique um pouco mais
desliga a tv e vem
pra mim te mostra
que o paraíso é bom
mas pra ser sincero
falta muito ainda
messias mortos
bestas adornadas
no inverso da razão
eu fiz esta canção
porque não sei acreditar
aurora surreal
estrela do mal
voz de Venus
minha alegria
louca a te beijar
parece faca a cortar
mentes e mentiras
livros na estante
do real muito distante
e eu já vou indo
e quem ficar quando sair
faz favor de apagar a luz
assim falava Zaratustra
sobra a Gaia ciência
o anticristo
humano demasiado humano
alem do bem e do mal
assim falava Zaratustra
sobre aurora
a origem da tragédia
vontade de potência
as vezes falo coisas sem sentido
as vezes meus sentidos se vão
e a vida horas parece ficção
rotina livro velho reedição
e tudo fica claro
e tudo se explica
aurora...

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct