Veste a calça Saint Tropez
Que deixa o umbiguinho de fora
Entra na roda e rebola
Rebolando sem parar

É gera-gera
Geração Coca-Cola
Molha a calça toda hora
De tanto se esfregar

De saia de corpo baixo
De barriguinha de fora
Entra na roda e rebola
Rebolando sem parar

É gera-gera
Geração anos sessenta
Que quase se arrebenta
De tanto se esfregar

Então requebra
Esfrega
Requebra
Esfrega no cumpade

Que ele levanta
E acende
E acende
O fogo da cumade

Então requebra
Esfrega
Requebra
Esfrega no cumpade

Que ele levanta
E acende
E acende
O fogo da cumade

E vai de frente
Requebrando
Esfregando
Rebolando até o chão

Vai de bundinha
Remexendo
A cinturinha
Sem deixar cair no chão

E vai de frente
Requebrando
Esfregando
Rebolando até o chão

Vai de bundinha
Remexendo
A cinturinha
Sem deixar cair no chão

Veste a calça Saint Tropez
Que deixa o umbiguinho de fora
Entra na roda e rebola
Rebolando sem parar

É gera-gera
Geração Coca-Cola
Molha a calça toda hora
De tanto se esfregar

De saia de corpo baixo
De barriguinha de fora
Entra na roda e rebola
Rebolando sem parar

É gera-gera
Geração anos sessenta
Que quase se arrebenta
De tanto se esfregar

Então requebra
Esfrega
Requebra
Esfrega no cumpade

Que ele levanta
E acende
E acende
O fogo da cumade

Então requebra
Esfrega
Requebra
Esfrega no cumpade

Que ele levanta
E acende
E acende
O fogo da cumade

E vai de frente
Requebrando
Esfregando
Rebolando até o chão

Vai de bundinha
Remexendo
A cinturinha
Sem deixar cair no chão

E vai de frente
Requebrando
Esfregando
Rebolando até o chão

Vai de bundinha
Remexendo
A cinturinha
Sem deixar cair no chão

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Rivanil. Isn't this right? Let us know.
Sent by Yoná. Subtitled by Barbara. Revised by 6 people . Did you see an error? Send us your revision.