O homem implora e chora
A misericórdia de deus
Mas não tem piedada "para" os animais
Para os quais ele é um deus.

Os animais que sacrificais
Já vos deram, leite nesta manhã a maciez de sua lã o
Imploram misericórdia nas mãos
Nas mãos criminosas que os degolam.

Não vou, não vou participar
Seu jogo egoista
Sentimentos e vida
Não vou não Sacrificar
Seu jogo egoista
Cruel e assassino

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct