Gabriela (Já Te Vi)

Marco Paulo

vistas 50

Gabriela Gabriela
já te vi dançar na rua
tão inocente e tão bela
poesia à luz da lua
Gabriela Gabriela

Gabriela Gabriela
já te vi dançar descalça
tão inocente e tão bela
no virar caiu-te a alça
Gabriela Gabriela

Sigo a flor do teu perfume
sigo o cheiro de canela
sigo o rastro do teu lume
Gabriela Gabriela

Sigo o mar das tuas rendas
ondas na saia amarela
no teu xaile não me prendas
Gabriela Gabriela

Gabriela Gabriela
vi-te a dançar no relento
tão inocente e tão bela
os teus braços eram vento
Gabriela Gabriela

Sigo o rastro do lume
Gabriela Gabriela
sigo o mar das tuas rendas
ondas na saia amarela
no teu xaile não me prendas
Gabriela Gabriela.