Photo of the artist Marco Rodrigues

Rapsódia Do Fado Que Ninguém Quer

Marco Rodrigues


Quem entrega a alma ao Fado
Precisa de ter cuidado
Com cada coisa que sente
Porque se o fado a aceita
A alma pouco aproveita
Da vida que tem à frente

Quem entrega ao fado a alma
Precisa de andar com calma
Sem fazer muito alariado
Pois sempre que o fado a quer
Toma a alma por mulher
Mas não se faz seu marido

Quem ao fado a alma entrega
À noite nunca sossega
Dois p'rigos que o fado traz,
Abre as portas à desgraça
Porque essa noite não passa
Quando o fado se desfaz

Mas quando um fadista canta,
A noite que estava fria
Vai aquecer-se à garganta
De uma nova melodia
Mas quando um fadista sente
O sol vai perdendo o medo
E plnat adentro da gente
Um dia que vem mais cedo

Mas quando um fadista chora
As suas dores mais secretas
Pára o tempo e nessa hora
Choram todos os poetas
Mas quando um fadista prende
A alma de uma mulher
É a guitarra que entende
O fado que ninguém quer

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct