Numa rua virtual
O nosso amor real
Encontrou o seu caminho
Dizem que o amor não dura
Que a paixão não é segura
Escorrega devagarinho

Foste o primeiro poema
Riso antes do cinema
Num ecran de sedução
Pouco a pouco o acaso
Tornou-se amor sem prazo
E o poema uma canção

Entreguei-te corpo e vida
E aquela alma comprida
Que nos astros tropeçava
Dança agora nos teus braços
Nunca mais perdeu os passos
Como quando não dançava

E se uma noite escura
Aparecer à procura
Da lua do teu sorriso
Meu amor, estarei à porta
Dessa noite escura e torta
Quantas vezes for preciso

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct