Quando a noite cair, nas águas de iemanjá
A lua vai surgir, pra nos abençoar
Deixa a chuva cair, flor do mar
Pra gente ser feliz e a paz se renovar.
Somos história, passado, presente e futuro
Somos um só em meio de muitos
Somos as noites e as vezes os dias
Somos os gritos e melodias
Somos saudade em dias difíceis
Somos verdade em tempos de crise
Loucura sem bad trip, linha de frente na artilharia
Somos o sol que insiste em brilhar
Pela força de zambi e oxalá
Somos parte do cosmo e a vibe no ar
Somos natureza e tudo que há
Vemos o mundo por olhos vermelhos
Buscando virtude em nossos defeitos
Deixando saudade em nossos segredos
Poesia e fumaça em nosso peito
Quando a noite cair, nas águas de iemanjá
A lua vai surgir, pra nos abençoar
Deixa a chuva cair, flor do mar
Pra gente ser feliz e a paz se renovar
Somos perdão e o recomeçar
Somos a paz e o amor de jah
Somos calçadas em becos escuros
Loucuras e sonhos perdidos no mundo
Somos a soma de idas e vindas
Somos encontros e despedidas
Sufuco em busca de ar, promessas e rosas
Jogadas no mar
Somos rezas e orações
Por tudo que é sagrado
Correria e meditação, aí
Tudo é aprendizado
Somos a vibra das ondas do mar
Mente e alma em nosso lar
Nossa voz se torna um mantra
Negatividade não vai nos reinar
Quando a noite cair, nas águas de iemanjá
A lua vai surgir, pra nos abençoar
Deixa a chuva cair, flor do mar
Pra gente ser feliz e a paz se renovar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct