Poderoso Rei

Mariana Aydar

vistas 51

Um dia, as pessoas na terra vão perceber
Que não valeu de nada o que se defendeu
Toda mentira cortou o amor real
Nada restou de valor, só sobrou moral
E agora dizemos que o mundo promove uma guerra desigual
Medo e felicidade dançando de mãos dadas no salão
Inveja, covardia, preconceito...
Quero ver quem vai dar jeito nesse temporal

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado

Vivendo a liberdade,
Atrás de muros cercados na solidão
Sem falar que isso é pra poucos
Pois a grande maioria não tem opção
Já não adianta ficar reclamando sentado no portão
Vem que essa é a hora de mudar
Vamos reverter esse placar
Não deixa a hipocrisia dominar

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado

Um dia, as pessoas na terra vão perceber
Que não valeu de nada o que se defendeu
Toda mentira cortou o amor real
Nada restou de valor, só sobrou moral
E agora dizemos que o mundo promove uma guerra desigual
Medo e felicidade dançando de mãos dadas no salão
Inveja, covardia, preconceito...
Quero ver quem vai dar jeito nesse temporal

Vivendo a liberdade,
Atrás de muros cercados na solidão
Sem falar que isso é pra poucos
Pois a grande maioria não tem opção
Já não adianta ficar reclamando sentado no portão
Vem que essa é a hora de mudar
Vamos reverter esse placar
Não deixa a hipocrisia dominar

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado

Sol o Poderoso Rei,
Deixa o mal queimar,
Nas ondas do mar sagrado
Nas ondas do mar,
Nas ondas do mar sagrado
Nas ondas do mar,
Nas ondas do mar sagrado