Photo of the artist Mc Bobô

Qualquer Dia Eu Tô Aí

Mc Bobô


Ô mãe, perdoa esse filho seu
Peço perdão por tudo o que aconteceu
Também chorei na despedida
Não te escutei, entrei pra vida bandida
Ô mãe perdoa se me ver chorar,
Homem não chora, não deu pra aguentar
Tá maior massacre, o cotidiano
Tá numa cela eu e mais trinta mano
Mais avisa a molecada que um dia eu volto
Num campinho de terra eu boto as pipas no alto
Eu e a molecada é tipo fossemos irmãos
27 de setembro são cosme e damião
Ô mãe avisa pro pai que eu tô bem
Tu dá um abraço na jasmim também
E avisa lá que eu tô na luta
Sempre para dar o melhor pro matheus e pro lucas
Olho pro horizonte, só vejo murralhas
É triste o regime, vida carceralha
Mais vou pedindo perdão, pra sociedade
Qualquer dia eu tô ai curtindo a liberdade
Ô mãe avisa pro pai que eu tô bem
Tu dá um abraço na jasmim também
E avisa lá que eu tô na luta
Sempre para dar o melhor pro matheus e pro lucas
Olho pro horizonte, só vejo murralhas
É triste o regime, vida carceralha
Mais vou pedindo perdão, pra sociedade
Qualquer dia eu tô ai curtindo a liberdade
Qualquer dia eu ái, tô ai, tô ai
Qualquer dia eu tô ai morrendo de saudade
Qualquer dia eu ái, tô ai, tô ai
Qualquer dia eu tô ai curtindo a liberdade, dade, dade, dade.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct