Na Ponta do Pé 2

MC Livinho


Tô impressionado com essa mina
Sua boca está me insinuando
Contemplo a projeção divina
Me elucida me amando
Me faz sentir calafrios como as estações
Transcende a brisa do vento e suas vibrações
Foram os poucos os minutos pra conhecer
A química bateu, a gente ficou
Eu moro na favela, ela zona sul
É aí que o favelado se apaixonou
A peça fundamental que falta em mim
Só que vou levar enquadro quando for lá
Deixa acontecer naturalmente

Oh, mulher, que me deixa na ponta do pé
Ah, normal, ela suga a cabeça do pau
Ejaculei, meu pipi começou a chorar
Disse que com seus lábios adorou dialogar (vai, Sati)

Oh, oh, oh, oh, oh (sucesso), mulher, que me deixa na ponta do pé
Ah, normal ela suga a cabeça do pau
Ejaculei, meu pipi começou a chorar
Disse que com seus lábios adorou dialogar (ai, droga)

Oh, mulher, que me deixa na ponta do pé
Ah, normal, ela suga a cabeça do pau
Ejaculei, meu pipi começou a chorar
Disse que com seus lábios adorou dialogar

Tô impressionado com essa mina
Sua boca está me insinuando
Contemplo a projeção divina
Me elucida me amando
Me faz sentir calafrios como as estações
Transcende a brisa do vento e suas vibrações
Foram os poucos os minutos pra conhecer
A química bateu, a gente ficou
Eu moro na favela, ela zona sul
É aí que o favelado se apaixonou
A peça fundamental que falta em mim
Só que vou levar enquadro quando for lá
Deixa acontecer naturalmente (ai, droga)

Oh, mulher, que me deixa na ponta do pé
Ah, normal, ela suga a cabeça do pau
Ejaculei, meu pipi começou a chorar
Disse que com seus lábios adorou dialogar
Disse que com seus lábios adorou dialogar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct