Apenas um chinelo pra calçar
O importante é abraçar
Alguém que não quer me ver lá
Lágrimas caem
E a saudade em meu peito dói demais
Aflito, mas por fora tem que demonstrar
Que a muralha aqui é ruim de derrubar, ah
Outros planejamentos de quando eu sair desse tormento aqui dentro
Vou abraçar minha família longe do relento
Me abrigar com quem não olha eu como detento
São só momentos

Sentir o gosto
De beber água da torneira lá da minha pia
Dar um abraço nos irmãos lá da periferia
Relembrar os momentos bons e velhas nostalgias
Lá eu sou cria
Enquanto isso aqui eu vou cantando sem para
Porque um dia a liberdade vai pra mim cantar
Não tem só eu, são muitos que querem falar
Eu reuni os sentimentos e fiz um poema

O que eu passei você nunca passou
Sua família sempre estruturou
No chão batido você não dormiu
O frio na pele você não sentiu
Não sou herdeiro, pois não tive pai
Só era eu e minha mãe ali
Eu me cansei de ver ela chorar
Não ter comida pra me alimentar
A lei só foi criada pra burlar
O direito de colher e plantar
Televisão é pra alienar
Algema o preso faz você julgar
(Cai lágrimas)

Mas eu vou mudar, Deus vai me erguer (Deus vai me erguer)
Sei que eu vou vencer, mas eu vou mudar (eu vou mudar)
Deus vai me erguer, sei que eu vou vencer
(Yeah, yeah)

Traducción Agregar a la playlist Tamaño Acordes Imprimir Corregir