As canções dos povos antigos
Ecoam em meus ouvidos
Despertando o ser que eu sou
Vai brilhar a aurora dos tempos
Ecoar histórias aos ventos
Vai bradar da terra o clamor

Vejo enfim a luz cintilar
Da fogueira na noite a brilhar
Minha alma leve como o ar livre pra sonhar

Elementos em harmonia
Refletindo nos olhos da harpia
Meus cabelos no vento a dançar
Faz vagar livre o pensamento
Enterrar na floresta o tormento
Posso tocar o brilho estelar

Luz da Lua vem me abençoar
Ondas do mar minha alma lavar
Entidades antigas me guiam
Minha alma é uma pena no vento a voar

Luz da Lua vem me abençoar
Ondas do mar meu corpo abraçar
Onde os deuses antigos me guiam
Meu corpo é areia no vento a voar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct