O sonho não morreu
É só uma túnica rasgada, isso não comprova nada
A fera não matou José, isso é história inventada
Contada pela boca da amargura que não digeriu
Os sonhos que nascem de Deus

O sonho não morreu
Apenas foi levado como ramos que rompem limites
Quanto mais tentam cortá-los, mais fortificam suas raízes
Nessa história, os pontos cegos estão agindo a favor de Deus

Jacó, enxugue as lágrimas
A realidade é dura, maior é a promessa
O seu José está guardado, sei que existe a hora certa
Que o Céu explica o que a terra nunca compreendeu

O sol, estrela e a lua
Diante dEle, não era alucinação era verdade
Nem você acreditou, isso é normal, se prepare
Para ouvir o outro lado da história que alguém escondeu

O luto acabou, o sonho não morreu
Na Terra da aflição, Ele só cresceu
A túnica no céu, ninguém rasgou, ninguém manchou
A fera não matou, José virou governador

O luto acabou, o sonho não morreu
Prepare-se, Israel, sua casa irá colher
O amor que não plantou, perdão sem merecer
Escreva agora aí, os muros não podem conter
Os sonhos do Senhor, sementes de Deus em você
O sonho não morreu

O luto acabou, o sonho não morreu
Na Terra da aflição, Ele só cresceu
A túnica no céu, ninguém rasgou, ninguém manchou
A fera não matou, José virou governador

O luto acabou, o sonho não morreu
Prepare-se, Israel, sua casa irá colher
O amor que não plantou, perdão sem merecer
Escreva agora aí, os muros não podem conter
Os sonhos do Senhor, sementes de Deus em você

O sonho não morreu, não morreu
O luto acabou

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct