visualizaciones de letras 42.088

Samba-Enredo 1990 - Vira Virou, a Mocidade Chegou

G.R.E.S. Mocidade Independente de Padre Miguel (RJ)

Brilha, estrela, brilha
Brilha lá no céu
Sou a Verde Branco de Padre Miguel

Ah, vira, virou, vira, virou
A Mocidade chegou, chegou
Virando nas viradas dessa vida
Um elo, uma canção de amor, olha, vira, virou, virou

Ah, vira, virou, vira, virou
A Mocidade chegou, chegou
Virando nas viradas dessa vida
Um elo, uma canção de amor, divina luz

A luz, oh, divina luz, que me ilumina, é uma estrela
Da aurora ao arrebol, arrebol
Eu em paz no verde da esperança
Tive sonhos de criança
Comecei no futebol

Agora, que me tornei realidade
Vou encontrar o meu futuro por aí
Curtindo a minha Mocidade
E a paradinha de outros carnavais
Sei que ninguém pode
Esquecer jamais

Eu sou Independente, sou raiz também
Sou Padre Miguel, sou Vila Vintém
Eu sou Independente, sou raiz também
Sou Padre Miguel, sou Vila Vintém

Apoteose ao samba, todo povo aplaudiu
Com as bênçãos do divino aconteceu
O descobrimento do Brasil
Quem não se lembra do lindo cantar do uirapuru
Quando gorjeava parecia que falava
Como era verde o meu Xingu

Meu Ziriguidum fez brilhar no céu
A estrela-guia de Padre Miguel, oh, vira, virou

Ah, vira, virou, vira, virou
A Mocidade chegou, chegou
Virando nas viradas dessa vida
Um elo, uma canção de amor

Ah, vira, virou, vira, virou
A Mocidade chegou, chegou
Virando nas viradas dessa vida
Um elo, uma canção de amor, divina luz

A luz, oh, divina luz, que me ilumina, é uma estrela
Da aurora ao arrebol, arrebol
Eu em paz no verde da esperança
Tive sonhos de criança
Comecei no futebol

Agora, que me tornei realidade
Vou encontrar o meu futuro por aí
Curtindo a minha Mocidade
E a paradinha de outros carnavais
Sei que ninguém pode
Esquecer jamais

Eu sou Independente, sou raiz também
Sou Padre Miguel, sou Vila Vintém
Eu sou Independente, sou raiz também
Sou Padre Miguel, sou Vila Vintém

Apoteose ao samba, todo povo aplaudiu
Com as bênçãos do divino aconteceu
O descobrimento do Brasil
Quem não se lembra do lindo cantar do uirapuru
Quando gorjeava parecia que falava
Como era verde o meu Xingu

Meu Ziriguidum fez brilhar no céu
A estrela-guia de Padre Miguel, oh, vira, virou

Ah, vira, virou, vira, virou
A Mocidade chegou, chegou
Virando nas viradas dessa vida
Um elo, uma canção de amor

Ah, vira, virou, vira, virou
A Mocidade chegou, chegou
Virando nas viradas dessa vida
Um elo, uma canção de amor

A luz, oh, divina luz, que me ilumina, é uma estrela
Da aurora ao arrebol, arrebol
Eu em paz no verde da esperança
Tive sonhos de criança
Comecei no futebol

Agregar a la playlist Tamaño Acordes Imprimir Corregir
Compuesta por: Jorginho Medeiros / Tiãozinho da Mocidade / Toco. ¿Los datos están equivocados? Avísanos.

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de G.R.E.S. Mocidade Independente de Padre Miguel (RJ) e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500


Opções de seleção