Feliz pelo o que ainda não veio
E saudades do que nem foi
Esperando o melhor dos agoras
Sem termos o antes
E já queremos o depois

E do lado de fora dos olhos
Os ponteiros disfarçam até o anoitecer
O tempo já sorrindo pro fim
Relógios não esperam por ninguém
Ontem você quis o amanhã
Hoje você quer o depois

Vou andando nas horas
Atravessando os agoras
Dançando as novas auroras

Vou andando nas horas
Atravessando os agoras
Dançando as novas auroras

Ainda nem chegou e pensa que já foi
Ainda nem chegou e pensa que já foi

Eis o fetiche do tempo
A corrida, faminta, incessante das horas
Lembrando quem adianta os instantes
Mutantes das histórias, das intenções
Sem ponteiros denotam o redor dos eternos agora
Sempre correndo atrás do que nunca demora
Foi-se embora sem satisfação

Um roteiro certeiro
Panorama no espelho
Janela de onde tudo vejo
Já vi esse filme inteiro

Ainda nem chegou e pensa que já foi
Ainda nem chegou e pensa que já foi

Ontem você quis amanhã
Hoje você quer o depois
Ontem você quis amanhã
Hoje você quer o depois

Vou andando nas horas
Atravessando os agoras
Dançando as novas auroras

Vou andando nas horas
Atravessando os agoras
Dançando as novas auroras

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct