A chuva dorme quando ela quer
E as folhas anunciam o fim do verão
A aurora no horizonte se dá como é
E os ventos vêm soprando o mudar de estação

Na areia, a fogueira e os amigos de fé...
Cantando todos pra tirar a solidão
O ritmo é marcado no bongô e nos pés
E a voz de um sonhador num reggae de violão

No reggae de violão
No reggae de violão

A mensagem é tocada
Bandeiras vão se unir
Todos juntos na mesma estrada
Têm um destino a seguir

Pois todo mundo é levado
A pelo menos ouvir
Porque não há nada de errado
Tocar um reggae raiz

No reggae de violão
No reggae de violão

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct