Não, eu não posso lembrar que te amei
Não, eu preciso esquecer que sofri
Faça de conta que o tempo passou
E que tudo entre nós terminou
E que a vida não continuou pra nós dois
Caminhemos, talvez nos beijamos depois

Vida comprida, estrada alongadas
Parto à procura de alguém ou à procura de nada
Vou indo caminhando, sem saber onde chegar
Quem sabe na volta te encontre no mesmo lugar

Lilian, teus olhinhos verdinhos
Falam-me de carinhos e prometem amor
Amar-te, para mim é a vida enfim
Ninguém nunca jamais, há de amar tanto assim

Te peço que não me deixes mais
Se me deixares, sou capaz
Sou capaz de morrer

Lilian, para mim és o mundo
Um amor tão profundo
Ninguém jamais te dará

Vem, neste amanhecer
E faz renascer
Tudo que perdi
Sem você aqui
Nada existe em mim

Vem, traz de novo a luz
Das manhãs de Sol
Vem, vamos reviver
Nossas emoções
Só mais uma vez

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct