Tem que contar até três,
Ou dez ou até mil
Se não depois já foi,
Não vá se arrepender
Eu não contei até três,
Ou dez nem até mil
Agora eu tô preso,
Pra sempre em você
Eu sei que a gente
Às vezes tem que contar até três
Parar um tempo pra pensar,
Pra não errar outra vez
O coração da gente é bobo
E cai pra quem pintar
É só rolar um pouco
De carinho, pra se entregar
Dificilmente a gente escapa
Se não tem atenção
Quando a armadilha tá armada
A gente perde a razão
Tem que contar até três,
Oudez ou até mil
Se não depois já foi,]
Não vá se arrepender
Eu não contei até três,
Ou dez nem até mil
Agora eu tô preso
Pra sempre em você

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct