Photo of the artist Pineapple

Senhor do Tempo (Perfil #15 - Spinardi)

Pineapple


Aí, o começo de toda caminhada te dá impressão, a falsa impressão
Que sua carreira vai ser um mar de rosas
Mas não é assim certo rapaziada, depois vem a fama
O sucesso, e é difícil segurar o fardo

Damassa é fumaça, é uma raça, é uma praga
É a zica, vai, vai

Pai, Davi
Confesso que hoje eu tô alienado mano
Com a cabeça a mil, não consigo dormir
Nem fudendo
Nem pegando a caixa e dropando balas de rivotril
Me conte o que te feriu
Diga tudo que viu
Deus que tocou no dom
Dom que provou da ciência
Eu observo, que sua rima
Pesa vinte toneladas mas menos que a consciência pesa
Vai, drão
Me diga que tu nunca foi enganado pelo mágico
Opinião vazia é um brinde de copo vazio
Com copo pequeno de plástico
Gesto obsceno de praxe
Respeita quem trabalha no Sol e não amarela
Quem nasce pra ser Bin Laden ou Osama
Desculpa mas nunca vai ser Nelson Mandela
Conheceu o truque, fácil
Eu sei que tu conhece meu chute
Desde aquele tempo de orkut
Ágil, mudando a profissão de zé povinho
Hoje em dia profissão Facebook, e saca
Foda-se a garota na capa
Nunca usei meu rap de trunfo pra ter mulher
Saca, veja maloqueiro isso aqui num é rap game
É só um conjunto de facas, porra
Devo concordar, modo em pensar, pode pá
Que esses falador é tipo cops
Esse é meu amigo, codinome Steve
Eu conheço seu estilo de Jobs
Passa na frente dos carros correndo
Que é pra nós medir sua frieza
Cês são o teste da minha força, eu sei
Seu ego é o teste da sua fraqueza
Ó

Senhor do tempo, dispenso sua gentileza
Cansado de ver hipocrisia, sorri todo dia na ponta da mesa
Ó
Senhor do tempo, nos mostre alguma certeza
É o jogo de máscaras, caras confundindo forças com as nossas fraquezas, vai

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct