A mãe terra não é de ninguém
Assim dizia quem morava aqui
A mata virgem é força do bem
E os animais, vida e razão

Mas o homem branco
Com seu sujo poder
Escravizou e prostituiu
Se aproveitou da pura inocência
Dos verdadeiros filhos do Brasil

MORTE!
Para quem defende o verde e os animais
DOENÇAS!
Misérias, queimadas, devastação
Por que ninguém faz nada para os deter?
CUIDADO!
Senão, Amazônia nunca mais!

O mundo depende do inferno verde
O mundo depende do inferno verde
O mundo depende do inferno verde

O Guarani é o Hino da Morte
Para índios, árvores e animais
O fogo queima tudo que sobrou
Infelizmente, Amazônia nunca mais!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct