vistas 234

Arrebenta a Festa

Roberto Leal


Ja cantei a cana verde, fandango e o corridinho
O vira, o fado e o malhao cantei a chula do minho

É assim que se arrebenta a festa
E nunca cantar sozinho

Ja cantei mulher bonita, também cantei mulher feia
Mulher baixinha faz a fita a mulher alta tonteia

É assim que se arrebenta a festa
A mulher e que incendeia

Ja brinde com vinho verde e com vinho da madeira
Não perco um copo de tinto, um porto e bagaceira

É assim que se arrebenta a festa
E aumenta a fogueira

Mandai a sardinha assada, para este pobre ladrão
Que a mulher já esta laçada e o vinho ja esta na mão

É assim que se arrebenta a festa
Pago o vinho, amor e pão

Composición: Marta Lúcia / Roberto Leal · ¿Ese no es el compositor? Avísanos.
Enviada por Javier
¿Ha visto algún error? Envía tu correccíon.