views 16

Rosa Criôla

Rosa Crioula


Rosa Criôla presa no chão
Sala de calabouço quarto de solidão
Quinhentos anos de escravidão
De vida de morte de sangue e de dor

Moê , moê, trabalho na pressão camará
Ê lê lê lê lê lê lê lê lê lê lê lê lê

Já é dia, não quero que ninguém me acorde
Os sinos da Igreja tocam
Já vão dando os seu acordes

Acordo acendo a vela pra iemanjá
Pra dona, rainha, rainha do mar

Sinhozim já deu sinal
Mandou os homi todo pro canavial
Cicin pega a inchada e vai trabaiá
Ligeiro, ligeirinho, se não vai apanhá

E levo a vida sem eira nem beira
Pilão, enchado, meu canto , doceira
E levo a vida pegando roseira
Sou rosa criôla comprada na feira

Moê , moê, trabalho na pressão camará
Ê lê lê lê lê lê lê lê lê lê lê lê lê

Rosa Criôla, Rosa Criôla, Rosa Criôla, Rosa Criôla, Rosa Criôla, Rosa Criôla.

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct