views 13

Fugindo Da Verdade

Sallamantra


Sempre fui sincero, como não se pode ser
E tudo que eu tinha eu dividia com você
Tudo sobre a sua vida sempre procurei saber
E hoje tenho insônia me questionando porque

Tudo parecia estar indo muito bem
E eu amava o sentimento de poder amar alguém
Não me interessava onde, quando ou com quem
Eu nunca imaginei que isso fosse ir além

REFRÃO:
Mas pra mim já Basta, não consigo mais ouvir tanta mentira
Se esse jogo não tem fim então desisto, caio fora, e agora
Chega de bobagem, volte pra realidade
Se não posso ter você não quero mais ficar fugindo da verdade ..
. . .


Uma vida após a outra, outra fonte de emoção
Tudo se repete é um ciclo louco, desvairado
Eu saio e busco rua afora, uma nova inspiração
Pois minha rima está inquieta, e eu inocente apaixonado

Sempre surge outra pessoa, ou outra forma de amar
E o passado desintegra numa espécie de tormenta
Eu mando à merda essa vida onde não posso mais sonhar
Se não há mais dignidade corra ou a coisa esquenta

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct