Eu me admiro
Como pode um espelho
Mostrar só o que quero ver?
Jogo um baralho
Esmago um percevejo
Escuto mais e falo menos

Eu vim pra ver o Sol
Nascer da cor do mar

Eu me entorsi
Ao avesso vi
Só a ponta do morro
Sentei no divã
Chame a escrivã
Arabescos se formam

Eu vim pra ver o Sol
Nascer da cor do mar
Eu vim pra ver o Sol
Nascer da cor do mar

Disparo no mato e me deparo com um gato
Sou pego no ato, ele me guiou
Desconfio do fato que perdi o faro
Entrei num caminho que ninguém voltou

Escapo de lá, só se o gato encontrar
O caminho caminha para o centro chão
Espelho que viu um semblante tão vil
Felino e hostil, o espelho se abriu

Eu vim pra ver o Sol
Nascer da cor do mar
Eu vim pra ver o Sol
Nascer da cor do mar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Gustavo Bertoni / Lukão / Makako / Tomás Bertoni · This isn't the songwriter? Let us know.
Sent by Julia
Did you see an error in the lyrics? Send us your correction.