Não
Não me jugue não
Subi ladeira, pé no asfalto, ralei a mão
Vão
Não existe não
Encho de vida, de aprendizados em combustão
Cem
Motivos sem
Nenhum remorso, vou onde quero, não sou refém
Quem
Não quer o bem
Fala besteira, sobra inveja, não vai além

Cada um na sua estrada
Sei bem onde andei
E na trilha calcada
Em ninguém eu pisei

Sou
Quem cultivou
Cada ensejo, cada desejo, levo onde vou

Cada um na sua estrada
Sei bem onde andei
E na trilha calcada
Em ninguém eu pisei

Cada um na sua estrada
Sei bem onde andei
E da trilha calcada
Novos rumos criei

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct