Bem fútil, falo de mim
Próxima inútil, já passou do fim
Porquê viver, sair da cama
Tem gente que tem pena, fala que me ama
Ando com dores no corpo e na alma
O rap era a minha saída mas eu que tenho saído dele
Queria conseguir mas estou sempre no falho
Ando sempre cansada, dizem que é falta de trabalho
É uma fase que vai passar
Mas ninguém entende, que está a atacar
Só a chamar a atenção, mas eu prefiro a solidão
Á noite a pensar, as pessoas culpam-me
Mas a verdade é que

A culpa é minha
A culpa é minha
Mas a culpa é minha
A culpa é minha
A culpa é minha

Eu sei o que estás a sentir
Isso levanta o pior de mim
Não és inútil, És especial
Ainda vais conquistar, este lugar anormal
Eu sei que é difícil
Que estás farto de lutar
Continua que vais ganhar
Vai ao psicólogo para falar
Ele sim vai te ajudar
Não te vai abandonar
Eu sei que parece não ter saída, mas acredita na letra
A vida precisa de ser uma corrida, no final conseguir a meta
Continua vivo
No futuro dizer: Eu sobrevivo
Não és fraco, és forte
Sufocado num saco, sair dele não é questão de sorte
Só não acabes com tudo
A saída não é acabar com o que sentes
Mas é sentir a felicidade e ver o lado belo do mundo
As pessoas sempre julgam
E vão sempre culpar
Mas a culpa não é tua

A culpa é minha
A culpa é minha
Mas a culpa é minha
A culpa é minha
A culpa é minha
A culpa não é minha

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct