Como se resume a nossa vontade própria?
Os bens de consumo embutem uma doença social
Nosso ego e sensibilidade explorados
E ridicularizados odiamos nosso corpo

Me vejo como uma empresa preocupado
Em vender imagem e listar público alvo
Diagramando um perfil detalhado e contendo
Um monte de parâmetros longe da realidade

Até as tampa de remédio
Ninguém mede consequência
Pronto pra entrar na faca
Eu odeio minha aparência

Tudo que eu ouço de nós
Num faz nenhum sentido
Seguimos rotulando
Com base em qualquer merda
Que é apresentada
Por nossos inimigos
Apontam quem é aceito
E quem é excluído

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct