As gírias que tu fala, as bandas que tu ouve
As roupas que tu usa e os lugares que tu vai
Qual teu nome de verdade? E porque você recusa
A olhar na nossa cara? Agora vejo: Tanto faz!

"Será que um dia eu chego lá?
Distante de mim mesmo?
Escroto até umas hora
Só querendo aparecer
Na frente da minha essência
Que é pra nunca ninguém ver

Que uma farsa, uma marca, um holograma ou propaganda
Qualquer merda representa minha pessoa menos eu"
Esses meios que tu usa pra realizar desejos
Consumiu quem te admira e levou o que era teu
Pra mim tu já morreu

Vender a própria imagem é o que te resta
Se entupir de merda, vomitar no fim da festa
Se os teus valores abrem exceções pro teu prazer
Tu me representa melhor dando um tiro na própria testa
Pra nós tu se fodeu!
Pra mim tu se fodeu!

A fragilidade dum barraco, a cachaça no boteco
A droga na escola e a opressão policial
Pouco te importam? Então vai te foder!
É esse teu engajamento? Ficar pagando de mal?

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct