Hoje eu sei
Que esse minuto é tudo
Mas que passa...
Eu sei...
Por isso pede a noite
Que eu pernoite em teus receios
Durma nos teus seios
E se o sol
O mesmo antigo sol da infância
Vindo da distância
Se firmar no horizonte
É pra não durar
Não vou sonhar

Eu vim do inverno
Nada sei de eterno
Vi o amor chorar
Pra depois mudar
Igual a chuva
Que se curva em arco-íris
Abraçando o espaço
Incompleto abraço
Que não deixa queixa

Braço à luz
Não me seduz
Nascer em ti
Depois morrer de ti
Como essa luz morreu
Eu quero um filho teu
Que me estenda
Que me estenda a mão
Ao teu cabelo louro quando embranquecer
Que seja o céu e o sol
Em tua estrada ensombrecida
Tudo em tua vida
(Quanto eu desejava ser)

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct