O que fazer com esse meu vício?
Se toda noite ela me liga e eu não ligo
Se fica bolada quando eu saio escondido
Eu gosto mesmo é do perigo
Hoje eu não vou dormir contigo
Cê sabe se amarram no meu migué no ouvido
Carreta sepada tocando som de bandido
Eu nunca estou sozinho
Então chora com meu riso

Desculpa meu amor
Pela a noite anterior
Meu celular tocou
Foi ai que desandou

More, já to aqui no bar
Diz ai onde cê tá
Sabe aquelas mina lá?
Vai colar haha
Um beck, uma seda
Whisky sobre a mesa
Carteira cheia
E elas querendo virar sobremesa

Suíte mais cara tá reservada
As mina mais gata louca de bala
Tudo safada na catuaba
Tá chapada
Elas tão aqui sorrindo pra mim
Tão tudo safada me querendo sim
Elas quer sorrir
Pode se servir
E ai garçom, traz drink pra mim

E ela se joga eu já conheço o jogo
Bebendo whisky com água de coco
Vem rebolando
Eu to achando pouco
Eu to achando pouco
Eu to achando pouco

Peta pesada
Frevo balada
Noite virada
Fluxo da gang

Nave sepada
Bira importada
Casa lotada
Dólar de kunk

Funk
E nois tamo envolvido
Bang
No pique de bandido

E vire e mexe ela lembra dessa brisa
Procurando um lance pra se envolver com a firma
Vai de sobe desce marca na quina de cima
Depois da loucura da madruga ela me liga
É o clima

Adrenalina é rotina, tá pra game
Ta na matina, é coisa fina, tá pra game
Tamo de cima isso é família, e tá pra grame
E tá pra game, e tá pra game

Adrenalina é rotina, tá pra game
Ta na matina, é coisa fina, tá pra game
Tamo de cima isso é família, e tá pra grame
E tá pra game, e tá pra game

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct