Essa mulher tem o diabo no corpo
Por onde ela passa a conversa pára
E o pescoço chega a destroncar
Por que eu fui achar que era o fodão

Por que eu fui besta em pensar que esta mulher ia parar na minha
Se eu não tenho um carro zerado
Só um Chevette tubarão rebaixado
Que quando eu acelero, raspa os dentes no chão

Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
Vai me chamar de brega, que a minha caranga era velha
Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
O que sua filha patricinha viu num cara louco como eu
Se não gostar de mim
A sua filha gosta
A sua filha gosta de mim

Não vou dar mais ouvidos a ninguém
Passei a noite enchendo a tua bola
Bem que tentei filosofar, rasgando seda pra levar você
Eu sei, eu arrisco mesmo sabendo que ninguém levou fé na minha
Sou um cara descolado
To nos arames mas não to acabado
E quando eu to na pilha
Eu cavo buraco coma mão

Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
Vai me chamar de brega, que a minha caranga era velha
Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
O que sua filha patricinha viu num cara louco como eu
Se não gostar de mim
A sua filha gosta
A sua filha gosta de mim

Coisa mais linda que eu já vi
Ela sentada ao meu lado
Escutando a fita do Amado Batista que eu tenho gravada
Especialmente pra dar uma volta com você

Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
Vai me chamar de brega, que a minha caranga era velha
Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
O que sua filha patricinha viu num cara louco como eu
Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
Vai me chamar de brega, que a minha caranga era velha
Eu não to nem ai, pro que seu pai vai dizer
O que sua filha patricinha viu num cara louco como eu
Se não gostar de mim
A sua filha gosta
A sua filha gosta de mim

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct