Quando comecei a trabalhar
Minha vida era muito esquisita
Dava duro todo dia sem parar
Mas nunca largava daquela minha marmita
Meus amigos riam ao me ver
Mas na mochila não dava pra esconder
Na minha barriga aquela bruta excitação
Mal "agaichava" já soltava um peidão

Arroz, feijão zoião
Devoro igual um leão
Arroz, feijão, zoião
Minha melhor refeição

Lá do orelhão telefonei pra minha mãe
Dizendo a ela amanha estou voltando
Levo a galinha "acampanhando" a refeição
Prepara a bóia que a barriga ta roncando.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Junior Brito / Leandro / Zuza. Isn't this right? Let us know.