Relativamente Feia

Tiago Bettencourt

vistas 112

Não falei contigo,
Porque de facto não reparei em ti
Quando entrei na festa do cajó,
Ontem à noite

É que ao teu lado estava aquela tua amiga loira
Com grande peito,
Máximos acesos, mesmo gostosa,
E eu não olhei para mais ninguém

Mas depois pensei melhor
E vi que secalhar ela era mesmo muito boa
Portanto areia de mais
Para a minha camioneta... e tu não

Calculei a probabilidade
De a levar para casa conclui
Que era só de
0,000000023%

Refrão:

É que hoje olhei para o lado:
"pensei: fiz a escolha certa"
Em vez de ser garganeiro
Trouxe uma miuda do meu campeonato
És só relativamente feia
Relativamente feia

Não chegas aos calcanhares da tua amiga
Mas atenção não és nenhum estafermo,
Eu também não ando aí aos caixotes
Tenho o mínimo de padrões
Não são muito elevados eu sei
Mas por exemplo, era incapaz de me fazer uma totalmente feia
Humm... vai daí a talvez não...

Não tenho e pachorra para perder tempo
A competir com gajos mais giros, espertos e ricos
Do que eu
Pela melhor da festa
Prefiro ir pela certa e contentar-me com a 7ª e 8ª melhor
Que ainda são bastante razoáveis se bem que
Ás vezes tenham pelinhos

É que hoje olhei para o lado:
"pensei: fiz a escolha certa"
Em vez de ser garganeiro
Trouxe uma miuda do meu campeonato
És só relativamente feia
Relativamente feia

E já agora estou curioso
Deixa ver quantas palavras consigo meter
Que é como quem diz
Introduzir uma só estrofe
Desta música de gente malcriada
Um efeito extremamente engraçado
Se bem que me faça doer a cabeça

Olha, não ficou mal
Mas agora gastei as palavras todas
E assim fiquei sem nada para dizer
(Nanana)

Acho que vou acabar aqui com um
(lalala) portanto (lalala)

(lalala)
Todos (lalala)
Só falta mais um bocadinho (lalalala)

É que hoje olhei para o lado:
"pensei: fiz a escolha certa"
Em vez de ser garganeiro
Trouxe uma miuda do meu campeonato
És só relativamente feia
Relativamente feia
Relativamente feia