Mais do Mesmo

Ticiana Souza


Nem do céu ou de lugar algum
Por mais que acredite
Por mais que eu espere
Nada acontece.

Nenhuma palavra, que possa mudar
Ao fechar os olhos
Se perde a esperança
Me resta uma prece

É sempre mais do mesmo
Palavras que se perdem
Caem como chuva e marcam o chão.

Nenhuma palavra, que possa mudar
Ao fechar os olhos
Se perde a esperança
Me resta uma prece

É sempre mais do mesmo
Palavras que se perdem
Caem como chuva e marcam o chão.
É sempre mais do mesmo
Mentiras que me ferem
Cantando eu espero
O que vem pra ficar...

É sempre mais do mesmo
Cantando eu espero
O que vem pra ficar

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct