Tata Caveira

Umbanda

vistas 992

Soltaram uma bode preto
Meia noite na calunga,
Ele correu os quatro canto,
Foi parar lá na porteira.
Bebeu marafo com Tata Caveira.