Nada é por acaso

Ela acorda de manhã
Lava o seu rosto devagar
Enxuga o olho
Q lacrimeja

E não há como esconder
Seu corpo entrega seu amor
E sua roupa
Ainda está nela

Ele caminha devagar
Pela sua rua sem parar
Buscando alguma coisa
Que desculpe

Ela vai se encontrar
Com ele no caminho
Nada é por acaso

Ele vai só perceber
Com medo de perder ela
E nunca mais a ver

Ele só vê uma solução
Largar por ela a solidão
Deixar que os dois sejam um

Viver de perto o que sentiu
O que sonhou o que se viu
E o que os dois desejam

Ela vai se encontrar
Com ele no caminho
Nada é por acaso

Ele vai só perceber
Com medo de perder ela
E nunca mais a ver

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct