Mano vida é stand-up a gente improvisa zuando
Sê conhece a correria que grande sorte estamos
Só queria ter notado o lado ruim dos meus planos
Muito serviço pouco tempo tou sem dinheiro quase mendigando

Nosso estilo é em casa jongando play 3 com os mano
Já que la fora o exército da 80 tiros por engano
A vida avisa cês corre perigo e eu não tou blefando
Mas o corre é perigo, e a vida nóis tá aproveitando

Quanto choro escondido pois nos somos home
Era o Djonga nas caixa alta xamã e konai no fone
Quanta tristeza escondemos ela nos cosome
Mas e dai nos temos que ser forte tipo super homem

Antes morria os irmãos eu meu mano e tu seu primo
Antes éramos um bom grupo de quase 15 amigo
Hoje não passamos dos 5 te pergunto o que é isso
E a grande diferença é que o restante ainda tá vivo

Amo esse troço de insta lá que vejo outro artista
Sempre odiei machista, tenho ódio de racista
Mas eu amo os taxistas, coloca essa track explícita
A caminho de uma festa, bora por esse plano na pista

Parça nos do bonde é foda, isso nenhum humano nega
Sem historinha nem moda, vamo colar no santa adega
Desenvolver um narguile, e tomar aquela serva
Zuar atentar o bastante pra não sobrar tempo pras treva

Você taí com seu estilo monstro e essa cara de mal
Tu é foda e eu te mostro, os cara pra tu paga pau
Parceiro tou juntando de dois em dois real
Compra o que matou o jonh wane, pra nóis fumar no Natal

Quando Chapo a sós eu só viajo em merda
Cê tá ligado mano somos o que o tempo espera
Tou aqui revendo a parte de Adão Eva
Quando se for os meus amores tras seu ombro e uma boa erva mano

Desculpa zezim

Esqueci mano, de perguntar se tá tudo bem
Pode pa, se tu tá eu estou também
Cutimos tanto essa vida sem precisar de nota de cem <
Um dia eu venço na vida não vamos odiar mais ninguém

Nesse mundo somos escola o somos horizonte elas cola
Não pagar pau pras copa, ela engana nossa massa
Desculpa demorar com as letra é que o estúdio flow que é foda
A porra da agenda lota, os muleque vê sussesso e brota

Não somos escravo de moda, somos livres nessa Joça
Tá passando Doggy e khalifa, pede pra estorar pipoca
La fora distribuem pipoca, pros meus amigos maloka
E nem é deles a culpa, os filha da puta não importa

Espero que o meu show lota, e os mano curte até umas hora
Que nos superamos essa rota, que nossa vida melhora
Só os prego incomoda, não aceita o gueto ser foda
Tá com meu pau no nariz, equilibrando que nem foca

Espero que no futuro, aqui pelo menos um ano
Nóis consiga tá rindo atoua, em um mustang berrando
Ao inves de estar morto, com as nossas mães chorando
E os outros três manos, também morrer por engano

Acordamos cedo olhamos essa vida devagar
Poucos tapinha nas costas, muitos pra nos julgar
Só queremos curtir a vida aquela zueira e atentar
Fomos aquela tentação, que as dona não consegue evitar

Semana que vem vou gravar um clipe novo
Cola la e me assiste, eu me sinto mais seguro
Tipo a vez que impedimos a mulher de ser espancada
O bombadao quase caiu de costa, tiamos que ter metido porrada

Irmão como que tá minha cunhada
Seis forma um belo casal
E aquela bela levada, sua parte foi descomunal
Beber e olhar as estrelas não pisar em tribunal
Deixa nóis curtir a vida mano te espero no Natal

Desculpa Zezim

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct