Seu dout? nordestino t?muita gratid?
Pelo aux?o dos sulista nessa seca do sert?
Mas dout?a esmola a um homem qui ??
Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidad?
?por isso que pidimo prote? a vosmic?Home pur n?escu? para as r?as do pud?Pois dout?s vinte estado temos oito sem chov?Veja bem, quase a metade do Brasil t?em cum?D?ervi?a nosso povo, encha os rio de barrage
D?umida a pre?bom, n?esque?a a?age
Livre assim n?da ismola, que no fim dessa estiage
Lhe pagamo int?s juru sem gastar nossa corage
Se o dout?zer assim salva o povo do sert?
Quando um dia a chuva vim, que riqueza pra na?!
Nunca mais n?pensa em seca, vai d?udo nesse ch?
Como v?osso distino merc?em nas vossa m?

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct